A política como arte de servir

Vida e trajetória de Zé Eliton

José Eliton de Figuerêdo Júnior, o Zé Eliton, é  governador do Estado de Goiás, depois de ocupar a vice por sete anos e três meses.

Conhece Goiás como a palma da mão e trabalha na perspectiva de ampliar os investimentos em inovação tecnológica, geração de empregos e desenvolvimento social, criando oportunidades para que todos tenham chance de crescer e progredir em um ambiente de paz.

É entusiasta do diálogo, e busca eleger em parceria com a sociedade os caminhos para o desenvolvimento, sem descuidar do equilíbrio das contas públicas, porque sabe que sem isso não há como garantir viatura na rua, segurança nos terminais de ônibus, empregos, educação e saúde de qualidade.

José Eliton vem de família trabalhadora, é filho de servidor público federal – que na infância ajudava a família vendendo doces produzidos pela avó doceira-, e Mirtes Guimarães, professora, ambos aposentados.

Nasceu em 27 de agosto de 1972, no município de Rio Verde. Cresceu e se fez em Posse, município do nordeste goiano.

É o filho mais velho, e muito apegado às duas irmãs às quais admira e sempre incentivou. Vê com muita naturalidade a participação social da mulher.

Aprendeu em casa, inspirado pelo exemplo da família, que política é a arte de servir.

Em Posse, casou-se com o amor de sua vida, Fabrina Müller, bacharel em direito e cursando Gastronomia. Tem dois filhos: Fernando, de 19 anos, e José Netto, de 13.

Foi aluno e depois deu aulas no Colégio Dom Prudêncio, escola pública de Posse. Mudou-se para Goiânia para estudar e teve a vida de muitos universitários, andando de transporte público para conciliar estudo com trabalho. Fez Direito na Universidade Católica de Goiás (hoje PUC-GO).

Especializou-se em Direito eleitoral. Jovem pai de família e militante na advocacia, conheceu na prática, os desafios dos jovens para ter acesso a educação, emprego e oportunidades. Decidiu ser porta voz dessas causas e buscar perspectivas concretas de avanço, e assim ingressou na política.

Faz política para fazer o bem.

Atuou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO); na comissão de juristas do Senado Federal que elaborou o do anteprojeto de reformulação do Código Eleitoral Brasileiro.

Foi conselheiro do Instituto Goiano de Direito Eleitoral (Igdel); fez parte das comissões de Direito Político e Eleitoral, bem como de Advogados Publicistas, ambas da OAB-GO.

E em 2010, foi eleito vice-governador do Estado de Goiás na chapa majoritária com o governador Marconi Perillo e reeleito em 2014.

Em 2011, presidiu a Companhia Energética de Goiás (Celg-Par).

Em 2015, dirigiu a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED) quando lançou o mais ambicioso programa de tecnologia do País, o Inova Goiás e a maior rede estadual de formação tecnológica e continuada, os Itego.

A Rede Itego já ofertou em 200 municípios quase 700 mil vagas em cursos que vão da formação inicial e qualificação profissional os de nível superior tecnológico.

Zé Eliton assumiu o Governo do Estado em 23 oportunidades. Chefiou missões internacionais e negociações que ensejaram importantes investimentos que fortalecem a economia do Estado.

Foi secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP). Idealizou e presidiu o Pacto Interestadual de Segurança Integrada que hoje reúne 22 unidades da federação e inspira políticas nacionais para o setor. Também estruturou um amplo e tecnológico serviço de inteligência e a articulação das forças policiais do Estado, medidas cujo impacto se fez sentir imediatamente e mantém em queda há 21 meses todos os índices de criminalidade.

Em 2017, Zé Eliton aceitou o desafio de coordenar o maior programa de investimentos em curso no país, o Goiás na Frente, que envolve mais de R$ 9 bilhões em recursos para investimentos em infraestrutura e logística e apoio aos municípios. Mais de 50% das obras desse plano de investimentos já foram executados, beneficiando todas as regiões do estado.

Preside o Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE) que entre outras atribuições, analisa e aprova cartas-consultas de solicitação de financiamentos dos empresários goianos junto ao Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO).

Integra o Conselho Deliberativo (Condel) da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

É conselheiro titular no Conselho Deliberativo do Sebrae GO. Preside o Fórum Estadual das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte de Goiás (Femep-GO) e o Conselho de Administração da GoiásFomento.

Mas, sobretudo, José Eliton é semente e fruto de um Goiás que se faz moderno, solidário, arrojado e atento às causas maiores da sociedade.